SEJAM BEM VINDOS!!

Não esqueçam de comentar.. e voltem sempre!

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Final de semana da jaca!


Oi gente...

Estou triste...

Dei aqueeeeeeeela jacada no final de semana com direito a Feijoada e sorvete com bolo...

Fiquei triste e pensando como consegui cair em tentação em tão pouco tempo...

Fiquei bem chateada e por isso acabei nem postando aqui ontem! Mas daí pensando melhor vi que a gente tira as melhores lições dos nossos erros não é mesmo? Então amanhã vou retomar a dieta com força total, com o dobro de força de vontade!

Bom, força a todos em mais essa semana!


E abaixo 20 dicas para ajudar na dieta e para NÃO JACAR!!


Deixe de ver o seu plano de emagrecimento como um pesadelo e comece a ver resultados sem sacrifícios. Por vezes, as coisas mais simples são as mais eficazes e foi nesse sentido que escolhemos estas 20 dicas que não são mais do que gestos simples que pode facilmente incorporar no seu dia-a-dia, em nome da perda de peso! Escolha a melhor para si ou então combine várias para uma dieta recheada de sucessos.


Alie-se a um profissional. Consultar e ser seguido por um nutricionista é uma excelente forma de iniciar uma dieta, mantê-la e transformá-la num estilo de vida saudável. Para além dos conselhos, um nutricionista é ainda uma importante fonte de motivação.


Não se vicie na balança. Pesar-se 3 vezes ao dia na expectativa de ver quantas gramas já perdeu em nada vai ajudar a sua dieta. Pelo contrário, vai contribuir para o aumento dos níveis de frustração que, se não forem bem controlados, rapidamente levam à desistência. Para realmente ver resultados, pese-se 1 vez por semana no máximo.


Símbolo de motivação. Pode ser um bonito vestido de noite ou os seus jeans preferidos… o que interessa é que o símbolo escolhido esteja à vista para lhe lembrar diariamente qual é a sua missão. Depois de algumas semanas, experimente essa peça de roupa e veja como finalmente já não encrava nas coxas! Já só falta mais um bocadinho…


Calorias vs. exercício físico. Para emagrecer, é necessário comer menos calorias ou então queimar mais calorias. Por norma, os planos de emagrecimento centram-se na primeira… porque não optar antes pela segunda? Principalmente para quem tem grandes dificuldades em alterar os seus hábitos alimentares… não há nada como experimentar.


Frescos do dia. Elimine, de uma vez por todas, os alimentos processados, congelados e pré-cozinhados, optando antes por fruta e legumes do dia, carne e peixe frescos. Para além de perder peso, estas alterações trazem ainda outros benefícios – menos fadiga e dores de cabeça.


Pequeno-almoço sempre. A primeira refeição do dia é a mais importante por vários motivos: quebra o longo jejum da noite (é precisamente isso que significa “break-fast”), fornece a energia necessária para o dia que tem à sua frente, e regula o apetite para assegurar que nas próximas refeições não coma tudo aquilo que lhe apareça à frente.


Tentações ocasionais. Tente ligar os seus “pecados” alimentares a ocasiões especiais: por exemplo, come um gelado sempre que vai ao cinema; mandar vir uma pizza é uma tradição de sexta-feira à noite. Tudo bem. Ao manter estas “tradições” está a dar um significado especial a esses alimentos, reservando-os exclusivamente para essas alturas e evitando excessos.


Lanchar cereais. Em vez da habitual tosta mista, croissants ou bolos, na hora do lanche opte por uma taça de cereais com leite magro: uma refeição saciante, saborosa, fácil de variar (basta alterar o tipo de cereais) e baixa em calorias.


Seduza o seu paladar. Troque o fast food pela alimentação biológica ou macrobiótica, experimente refeições vegetarianas, cozinha internacional ou sushi. Desperte o seu paladar para novas experiências alimentares, mais saudáveis e surpreendentemente deliciosas.


Trocar de prato. Comer menos é mais difícil do que se imagina, mesmo quando se está motivado para perder peso. Experimente trocar o prato normal do almoço/jantar por um prato de sobremesa. Apesar de acomodar 40% menos comida, o facto de o ver cheio é um excelente motivador psicológico.


Comer sozinho. Sempre que possível, almoce ou jante sozinho: estando rodeado de pessoas, é mais fácil repetir doses e cometer excessos (terminar a comida dos miúdos, por exemplo). Jante antes ou depois da família, levando o seu prato já preparado para outra divisão da casa que não a cozinha e desfrute da refeição, voltando apenas quando todos tenham terminado. Quando estiver disciplinado, volte a partilhar as refeições com a família.


H2O milagroso. É impressionante o peso que pode facilmente perder se substituir refrigerantes e álcool por água. Para quem precisar de um toque de sabor, basta adicionar uma rodela de limão ou folhas de menta ao seu copo de água ou então beber chã quente ou frio, de preferência sem açúcar. Mais fácil é impossível.


Faça uma pausa. Se o sentimento de privação está a pôr em risco a sua dieta, não há nada como fazer uma pausa. Há quem siga uma dieta rígida durante a semana e permita alguns excessos durante o fim-de-semana. Quando for assolado por um doce desejo, lembre-se que só faltam dois dias para o sábado.


Dentes lavados. Mal acabe de jantar, lave logo os dentes. Para além da pasta de dentes alterar, de forma negativa, o sabor dos alimentos, este pode funcionar como um sinal de que não vai comer mais nada hoje.


Admiráveis alongamentos. Se a aeróbica, a natação ou o jogging não são para si, que tal experimentar algo mais relaxante? Para além de aumentar os níveis de energia e bem-estar geral, os alongamentos que caracterizam modalidades como o ioga e o pilates tonificam o corpo, ou seja, adeus gordura!


Enganar a fome. Não tem fome mas apetece-lhe comer alguma coisa. Revê-se neste cenário? Não se entregue às tentações da “comida emocional” – da próxima vez que for “assaltado” por esta vontade vá ver o seu e-mail, folheie a revista que acabou de comprar ou leia um capítulo do seu livro. Se depois de 15 minutos ainda sentir fome, então coma. Mas, o mais certo é deixar-se absorver por aquilo que está a fazer e esquecer-se da comida.


Distracções saudáveis. Se tem dificuldade em fazer a sua caminhada ou jogging diário, experimente ir acompanhado de um livro áudio; se estiver em casa e a bicicleta ou a esteira chama por si sem sucesso, ligue a televisão e veja as notícias ou então um episódio da sua série preferida. Nem vai dar pelo tempo passar!


Saia de casa. Seja para ir passear para o centro da cidade, para o shopping, para frequentar um curso ou ir ao supermercado, substituir o ato de estar fechado em casa em frente à televisão rodeado de snacks, por algumas centenas de passos e ar fresco é uma ajuda preciosa para diminuir a sua cintura.


Sinta o que perdeu. Da próxima vez que sentir vontade de fugir à dieta, pegue em 2 quilos de açúcar ou num saco de batatas de 5 quilos e relembre-se que já perdeu todo aquele peso e não quer voltar a senti-lo!


Comemore cada vitória. Estabeleça uma meta realista e sempre que conseguir perder 2 quilos, por exemplo, mime-se. O reconhecimento do esforço feito é a motivação que precisa para dar mais um passo em direção ao sucesso e à concretização do resultado pretendido.


FONTE: aminhadieta.com

3 comentários:

Bel Flor ( Meu emagrecimento) disse...

Oii Queridaaaa.. te acheiiiii e adoreii o seu blog....
Que vc tenha uma semana vitoriosa...
bjs

Nova mulher. disse...

meu amoureeeeeeeeeee... tbm gostei de tih!! seja bem vinda a blogosfera light.. tem todo tipo de gente aki... mias o importante é ki sempre nos ajudamos li seu post ameeeeeeeeei mto rico em informações!!! me ajudou bastante!! vou te linakr tá bom? ei? vc tem qnto de altura? e akela foto vc pesava qnto? qndo era magrinha? beijo amorrrr

Nova mulher. disse...

Vc posta diariamente nega? procure fazer amizades por aki ki todo mundo vai vir te visitar... eiiiii? vc tem razão 200 gramas de carne é mto memso dá pra se ver a diferença então ... não é? não vou reclamar ...vou dar graças em tudo e creio que sexta será melhor .... o que vc faz da vida ?